Vilões da alimentação: por que alimentos embutidos fazem mal à saúde?

4 minutos para ler

“Você é aquilo que você come”. É bem provável que você já tenha entrado em contato com essa frase. Embora possa soar como um jargão, ela não deixa de trazer verdades. De fato, aquilo que nós ingerimos interfere diretamente em nossa saúde. Por isso, cuidar da alimentação é fundamental para uma vida saudável.

Muitas pessoas não sabem, mas alimentos embutidos fazem mal à saúde. Eles estão presentes em nosso cotidiano de diversas formas, mas nem sempre sabemos identificá-los. Por isso, neste texto, vamos explicar quais são eles e por que fazem tanto mal. Acompanhe!

O que são embutidos?

Alimentos embutidos podem ser compreendidos como tipos de carnes que passam por processamento. Geralmente, são etapas de salgamento, cura, fermentação e defumação. Essa é uma técnica em que são feitas modificações nas suas características, para mudar o sabor e a textura.

Geralmente esses alimentos são produzidos a partir dos mais diversos tipos de carne. Vísceras, e até mesmo o sangue desses animais, podem ser utilizados na produção. São inúmeros os exemplos de embutidos que estão presentes em nosso cotidiano, tais como:

  • presunto;
  • peito de peru;
  • blanquet de peru
  • rosbifes industrializados;
  • morcela;
  • salame;
  • salsicha;
  • linguiça;
  • copa;
  • hambúrgueres;
  • steakes;
  • chouriços;
  • e outros.

Por que eles fazem mal?

Embora sejam muito populares, os alimentos embutidos fazem mal à saúde. Isso ocorre porque eles apresentam baixa quantidade de nutrientes, empobrecendo a dieta. Além disso, os embutidos são muito calóricos e apresentam uma elevada quantidade de aditivos químicos em sua produção.

Com muito sódio, esses alimentos podem gerar uma série de problemas para pessoas que têm pressão alta, por exemplo. Outro ponto também prejudicial está nos altos níveis de gordura saturada que esses produtos apresentam, o que pode gerar obstruções em vasos sanguíneos, aumento do colesterol , dos triglicerídios, do ácido úrico, e também obesidade.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de embutidos eleva o risco de câncer no intestino. Quanto maior a ingestão, maior a possibilidade de surgir esse tipo de doença.

É possível comer embutidos de forma saudável?

Ficou claro que os alimentos embutidos não são muito adequados para quem quer cuidar da saúde e garantir o bem-estar. Se você gosta deles, não precisa parar de consumi-los. Mas vale a pena repensar a maneira como eles estão presentes em sua alimentação.

O ideal é evitar esse tipo de consumo. Contudo, a ingestão de menos de 50 g por dia não trará grandes danos à saúde. Mas se você apresenta problemas de saúde, principalmente com relação a colesterol e pressão arterial, o melhor a ser feito é extinguir os embutidos de sua dieta. É possível substituir esses alimentos por outros mais saudáveis e naturais como frutas, verduras, legumes e cereais.

Para evitar problemas e doenças, e manter o bem-estar, é necessário ter uma alimentação equilibrada e saudável. Como você pode observar, os alimentos embutidos fazem mal à saúde. Portanto, procure evitá-los, substituindo-os por alimentos saudáveis e nutritivos, como frutas, verduras, tofu, ricota, cottage e ovos mexidos Além disso, é importante fazer exercícios e exames para a avaliação da saúde, cuidar de sua pressão arterial, e não deixar de ir ao médico regularmente.

Quer saber mais sobre como cuidar de sua saúde a partir de sua alimentação, evitando comidas que são prejudiciais ao seu corpo? Então, leia nosso artigo sobre alimentos que parecem saudáveis, mas não são. Você vai se surpreender!

Posts relacionados

Deixe um comentário