4 dicas de ouro para aumentar a imunidade e se fortalecer

3 minutos para ler

Você já parou para pensar como nosso organismo se defende de um invasor? Dos mais simples aos mais complexos, nosso sistema imune luta bravamente para nos proteger do ataque. Mas, afinal, o que podemos fazer para aumentar a imunidade?

Antes de partir para as dicas, precisamos ter em mente que o sistema imunológico não é composto por um único tipo celular. Na verdade, são diferentes células, substâncias e estruturas que atuam na defesa. Além da imunidade inata (aquela imunidade básica, natural, contra agentes agressores ao organismo), há a imunidade humoral associada aos anticorpos produzidos pelo contato com microrganismos e com vacinas, e a imunidade celular, esta última relacionada aos linfócitos T.

É todo esse conjunto — aliado ao metabolismo do indivíduo — que vai protegê-lo. Por isso, devemos fazer nossa parte para potencializar a proteção!

1. Adote uma boa alimentação

Hipócrates já dizia: “que teu alimento seja teu remédio e que teu remédio seja teu alimento”. Se o pai da medicina diz, devemos escutá-lo, certo?

Embora seja uma frase muito antiga, ela não perde a atualidade e se mostra verdadeira para o contexto. Para aumentar a imunidade devemos ingerir os nutrientes adequados em quantidades também adequadas.

Os dois extremos da alimentação podem prejudicar o sistema imune. O sobrepeso e a obesidade, por exemplo, deixam o organismo em constante estado inflamatório. Em contrapartida, a desnutrição aumenta o risco de infecções.

2. Cuidado com o estresse

Quando falamos de estresse, não estamos nos referindo apenas à maior irritabilidade. Na verdade, estamos nos referindo ao acúmulo de cortisol, um hormônio que eleva em condições estressantes para o organismo.

Essa elevação repercute de diferentes formas, sendo uma delas o aumento do estado inflamatório. Uma vez aumentado, o sistema imune fica prejudicado e, por isso, devemos saber lidar melhor com situações estressantes.

3. Durma bem

Para entender como uma boa noite de sono consegue aumentar a imunidade, devemos seguir abordando o cortisol. É durante o sono que os níveis deste hormônio diminuem no organismo. Por isso acordamos tensos após noites mal dormidas!

Portanto, as clássicas 8 horas de sono diárias não são um clichê. Elas, de fato, contribuem para uma vida mais saudável e, ainda, ajudam a aumentar a imunidade.

Se for preciso, faça uma higiene do sono! Medidas simples como diminuir o uso de telas e bebidas estimulantes durante a noite já podem impactar positivamente no seu bem-estar.

4. Faça atividades físicas

Por último, não devemos nos esquecer das atividades físicas! A prática de atividades com intensidade moderada contribui para a resposta imune celular. É esse tipo de resposta que protege contra as infecções.

Além de diminuir o risco de infecções, também atua no combate ao sobrepeso e obesidade. Como havíamos dito, o excesso de peso é uma condição que afeta o metabolismo de diversas formas, sendo o aumento da inflamação apenas uma delas.

Constatamos, então, que existem maneiras de aumentar a imunidade. Porém, não devemos nos restringir a isso. Todos os cuidados para se proteger de infecções devem ser mantidos, sejam elas respiratórias, digestivas, cutâneas, enfim, todos os tipos! Além disso, assim que forem detectados sinais e sintomas de determinada doença, busque ajuda com profissionais aptos a fazerem uma avaliação.

E você, o que costuma fazer para aumenta a imunidade? Conte nos comentários!

Posts relacionados

Um comentário em “4 dicas de ouro para aumentar a imunidade e se fortalecer

Deixe um comentário