O que causa dor nas costas? Conheça 5 principais motivos!

4 minutos para ler

Saber o que causa dor nas costas é importante para prevenir o problema, evitar as suas complicações e garantir mais qualidade de vida. Esse é um incômodo que acomete muitas pessoas, e os desconfortos mais comuns são sentidos na região do pescoço e na região lombar.

Em geral, pequenas alterações em nossa rotina podem ser suficientes para aliviar quadros simples desse tipo de dor. Entretanto, quando ela é associada a outros sintomas, como febre, vômitos e alterações na urina, é fundamental buscar ajuda médica. A dor lombar, por exemplo, muitas vezes pode ser um sintoma de problemas nos rins.

Conheça, a seguir, alguns eventos que podem provocar a dor nas costas e saiba como prevenir esses problemas! Boa leitura!

As causas das dores nas costas

1. Lesões musculares

As lesões musculares podem acontecer após um exercício físico intenso. Por isso, é importante fazer exames antes de praticar esportes em uma academia para conhecer os limites do seu organismo. No entanto, a dor nas costas também pode surgir como consequência de atividades profissionais que envolvem movimentos repetitivos e torções do tronco.

Os dentistas e jardineiros, por exemplo, podem sofrer estiramentos musculares. Essa dor é normalmente sentida nos músculos laterais com a sensação de peso, e pode ser muito desconfortável.

2. Doenças respiratórias

Quando a dor nas costas não está relacionada a problemas musculares ou esqueléticos, pode ser sintoma de um tumor maligno ou de algumas doenças respiratórias, como embolia pulmonar, pneumonia e tuberculose. Em caso de infecções nos pulmões, a dor pode se manifestar no meio das costas e vir acompanhada de febre, tosse persistente e dificuldade para respirar.

3. Dor ciática

A dor ciática se caracteriza por uma dor no fundo das costas que se irradia para as pernas. Ela surge devido à compressão do nervo ciático, localizado na região final da coluna, provocando o incômodo em forma de pontadas, de sensação de formigamento e de dificuldade para andar, permanecer sentado e levantar-se. Esse problema pode ter diferentes causas, como a hérnia de disco, a protrusão discal, a fratura na coluna, a presença de cistos, tumores e infecções, entre outras possibilidades.

4. Hérnia de disco

Segundo especialistas, depois das dores musculares a hérnia de disco é a segunda ocorrência mais comum quando se trata de dor nas costas. Ela consiste em uma ruptura ou em um deslocamento do disco intervertebral, um sistema localizado entre as vértebras, cuja função é absorver o impacto da movimentação do corpo, como um amortecedor.

Essa lesão discal pode provocar a perda da força e da sensibilidade, bem como alterações no controle da micção e da evacuação. Em alguns casos, a cirurgia se torna necessária.

5. Má postura

As posturas inadequadas adotadas dia após dia são as principais causas da dor nas costas. O hábito de manipular o telefone celular sem elevá-lo à altura dos olhos, por exemplo, é um movimento que força a região cervical e sobrecarrega a coluna vertebral. Da mesma forma, carregar bolsas muito pesadas, jogando todo o peso para um dos lados do corpo, bem como andar com sapatos de salto alto, contribuem para o mau posicionamento da coluna, alterando o eixo gravitacional do corpo. Isso pode levar a desvios na região, provocando cifose, lordose ou escoliose.

A prevenção da dor nas costas

Para prevenir a dor nas costas, é importante ficar atento à postura, corrigindo-a quando necessário e mantendo as melhores posições para dormir, sentar-se e caminhar, preservando a coluna ereta. Nesse sentido, algumas atividades, como Pilates e RPG, podem ser aliadas para recuperar um bom posicionamento postural.

Como vimos, não é apenas um fator que causa dor nas costas. Ela pode ocorrer devido a posturas inadequadas, lesões musculares e algumas doenças. Para preveni-la, é importante manter um bom alinhamento da coluna, exercitar-se, consultar um médico regularmente e fazer os exames laboratoriais e de imagens que venham a ser indicados pelo profissional.

Essas informações foram úteis? Então, siga as nossas redes sociais e acompanhe as próximas postagens sobre cuidados com a saúde. Estamos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no LinkedIn!

Posts relacionados

Deixe um comentário