Descubra agora o que são e como evitar verminoses

4 minutos para ler

As doenças parasitárias incluem uma série de agentes infecciosos. As verminoses, por exemplo, são doenças causadas pelos chamados helmintos, que incluem os vermes chatos (platelmintos) e os cilíndricos (nematelmintos). Há outros parasitas causadores de doenças, como as amebas e giárdias que mencionaremos de passagem, e que não são propriamente vermes, mas protozoários.

Na prática, os brasileiros ainda são acometidos por tais enfermidades, algumas em regiões endêmicas (áreas geográficas com acentuada presença), outras com ampla abrangência. Como exemplo, podemos citar a esquistossomose, a ascaridíase (lombrigas), a teníase (solitárias), a enterobiose, entre outras.

Algumas medidas são indispensáveis e efetivas para a prevenção. O incentivo delas pode encaminhar até mesmo para eliminação, como tem sido com a filariose no país. E você, sabe como evitar verminoses? Descubra agora!

Entenda o que são verminoses

Como vimos, as verminoses são doenças parasitárias causadas por helmintos. O ciclo de vida dos vermes pode requerer outro hospedeiro, além dos humanos, como no caso da esquistossomose (um caramujo) e da teníase (o boi ou o porco).

O principal sistema acometido é o trato gastrointestinal. Muitos vermes apresentam tropismo para os intestinos, seja o grosso, seja o delgado, de acordo com a espécie. Ao crescer no local, começam a competir com o hospedeiro por nutrientes.

Sendo assim, um dos sintomas frequentes é a perda de peso. Além disso, podemos citar outras queixas frequentes, como dor abdominal, diarreia, náuseas e vômitos. Já na esquistossomose, o verme se instala em vasos sanguíneos, e uma das manifestações decorrentes disso é a ascite ou “barriga d’água”, que se desenvolve após acometimento do fígado.

Saiba como evitar verminoses

Vamos deixar logo bem claro quais são as principais maneiras de prevenir a maioria das verminoses: saneamento básico e higienização.

A água é um componente essencial no ciclo de vida dos parasitas. No caso de vários parasitas, a contaminação ocorre pela ingestão de água e alimentos contaminados. É de suma importância ingerir água devidamente tratada, e higienizar mãos e alimentos.

A água também pode viabilizar a transmissão da cisticercose, de modo que as medidas já citadas devem ser adotadas. Além disso, a teníase pode ser transmitida por meio de carne contaminada. Então, evite comer carne crua, e priorize a bem passada.

Por último, a esquistossomose apresenta uma particularidade: a infecção ocorre por meio da penetração de cercárias (uma das fases do ciclo de vida do parasita) na pele. Como as cercárias são encontradas em lagoas, evite andar descalço ou nadar nestes locais.

Conheça exames para detecção

Agora, vamos entender como é possível diagnosticar uma verminose. Como em geral a detecção dos vermes nas fezes é feita quando eles se encontram na fase de ovos ou de larvas (que são de pequenas dimensões), lança-se mão do microscópio, para ampliação da imagem de modo que possam ser percebidos pelo olho humano.

As fezes são preparadas para serem examinadas através de métodos de concentração, em que se tornam livres da maior parte de componentes desnecessários para o exame (resíduos alimentares, bactérias).

Por vezes é necessária a obtenção de fezes em diferentes dias (amostras múltiplas), já que há parasitas que podem não ser detectados em um dia, mas sim no outro. É um recurso para aumentar a sensibilidade do exame, ou seja, a capacidade de detectar algo existente e que possa não ter sido encontrado pela pequena quantidade em uma amostra.

Além de detectar vermes, o exame parasitológico também é capaz de encontrar outros agentes biológicos, como os protozoários (a giárdia e as amebas são exemplos deste grupo).

Concluímos, enfim, que saber como evitar verminoses é questão de saúde pública. Cada pessoa deve fazer sua parte por meio da higienização de mãos, preparo adequado dos alimentos e evitar deixar unhas grandes, acumulando sujeira.

Já os governantes devem garantir tratamento de esgoto e de água. Porém, mesmo adotando as medidas, caso haja suspeita de infecção, procure um profissional da saúde! Assim, poderá ser solicitado o exame para mais investigações.

Compartilhe em suas redes sociais e ajude mais pessoas a se prevenirem também!

Posts relacionados

Um comentário em “Descubra agora o que são e como evitar verminoses

Deixe um comentário