4 cuidados com a saúde no inverno que você precisa tomar

6 minutos para ler

Com a chegada do clima frio, muitas pessoas pensam apenas na mudança do vestuário: as roupas frescas dão lugar para peças mais quentinhas. Porém, você sabe dizer quais são os cuidados com a saúde no inverno?

Pois bem, diante das baixas temperaturas, nosso organismo também passa por mudanças para sobreviver ao clima frio e seco. A pele, por exemplo, é visivelmente afetada e, caso não sejam tomados os devidos cuidados, o aspecto muda completamente.

Mas não é só isso! Além da adaptação do organismo, existem alguns hábitos marcantes da época. Será que manter ambientes fechados é uma boa ideia? E os poluentes, afetam mais ou menos a população? Continue a leitura!

Veja qual o impacto do frio para a saúde

“Coloca um casaco porque vai resfriar”. Uma frase clássica que a maioria das pessoas já ouviu dos mais velhos. Mas será que realmente faz sentido? Bem, já vamos adiantar que sim.

O clima frio não traz consigo apenas mudanças no look, mas também requer cuidados em saúde. Seja para a pele, seja para a imunidade, seja para o estado hídrico, diversos aspectos são afetados pelo frio.

Não é à toa que observamos o crescimento de 30% no número de infartos e 20% no de AVCs. Afinal, o frio faz com que nossos vasos sanguíneos se contraiam e reduzam de volume. Para vencer isso, o coração faz um pouco mais de esforço, sendo um problema para cardiopatas.

A hidratação, por sua vez, fica um pouco mais prejudicada, afinal, quem vai se lembrar de beber água se não sentir sede? Diante de uma menor ingesta hídrica, o corpo tende a reter mais líquidos, o que ajuda a diminuir a transpiração.

Portanto, isso também contribui para manter uma pele mais ressecada. Agora, a cereja do bolo: no inverno, as pessoas tomam banho quente ou frio? Pois bem, as altas temperaturas no banho contribuem para uma pele mais ressecada.

Por fim, não podemos deixar de citar as infecções respiratórias. Rinite, sinusite e bronquites são apenas algumas “ites” que acometem a população. Lembre-se, ainda, que infecções de vias aéreas podem resultar, a médio prazo, em infecções auditivas.

Conheça 4 cuidados com a saúde no inverno 

Dito isso, veja, abaixo, algumas medidas fundamentais para manter o cuidado com a saúde!

1. Cuide da alimentação 

Você é o que você come. Um ditado popular simples, mas que carrega bastante verdade. Primeiramente, cá entre nós: quem nunca sentiu mais fome nos dias frios? Parece que o apetite aumenta, não é mesmo?

Ainda que a fome aperte, é o momento de fazer boas escolhas e cuidar da alimentação. Sendo assim, por mais tentador que seja saborear um chocolate quente no friozinho, não deixe de lado as frutas, os legumes e as verduras.

Se você acha isso muito genérico, vamos dar uma pequena dica: aposte na vitamina C! É ela que vai contribuir para a defesa do seu organismo. Então, coloque já no cardápio: laranja, cenoura, pimentão amarelo, limão, entre outros.

2. Capriche na hidratação

Já que estamos falando de alimentação, vamos falar também sobre água. Para sermos mais específicos, é importante falar sobre hidratação, pois, geralmente, é uma prática pouco lembrada no inverno.

Apesar de a tendência ser diminuir a ingestão de água, o corpo continua necessitando dela para o metabolismo. Além disso, já há um esforço bem grande em reter líquidos, de modo que a pele e mucosas tendem a permanecer secos.

Sendo assim, vamos elencar práticas essenciais para a hidratação:

  • mantenha uma garrafa de água por perto;
  • utilize protetor labial;
  • espalhe hidratante pelo corpo após o banho.

3. Pratique atividades físicas

Se nem sempre é fácil encontrar motivação para as atividades físicas, imagine só quando o frio toma conta. Calçar um tênis e dar o primeiro passo pode ser desafiador! Porém, são nesses momentos que o comprometimento fala mais alto.

Por isso, vamos dar algumas dicas para vencer o sedentarismo e continuar em busca de saúde. Primeiramente, escolha um horário que não esteja tão frio, ou seja, evite os extremos do dia. Depois, faça um aquecimento antes de começar, de fato, o treino.

No mais, respeite seu limite e não se esqueça: as atividades físicas fortalecem músculos, ossos e, ainda, o sistema de defesa!

4. Renove o ar da casa

Por último, os cuidados com a saúde não se resumem ao que você come, veste ou pratica com seu corpo. Eles se ampliam, também, para o ambiente que você vive. Então, a grande dica que damos é: mantenha o local sempre ventilado.

Sabemos que no clima frio a tendência é querer fechar portas e janelas para se proteger das baixas temperaturas. Porém, isso impede a circulação do ar, de modo que concentra no ambiente poeira, microrganismos e poluentes. Logo, busque abrir portas e janelas para renovar o ar de casa.

Saiba como as dicas podem proteger você

Vimos, acima, algumas dicas básicas para garantir a saúde no inverno. Existem cuidados básicos que visam manter o corpo em bom funcionamento e, claro, a qualidade de vida das pessoas. Os agasalhos, por exemplo, além de evitar a perda de calor, mantêm o conforto de quem está quentinho.

Por outro lado, fortalecer o sistema imune se mostra fundamental, bem como adotar medidas que diminuam o risco de infecções. O ambiente fechado, por exemplo, favorece a disseminação de infecções, como gripe e coronavírus. Manter as vacinas em dia, portanto é algo muito bom, especialmente considerando a chegada do frio.

E não é só isso! É nessa época que as alergias atacam, sobretudo rinite, sinusite e asma. Portanto, se quer se ver longe da coriza, tosse, espirro, dor de garganta e dor de ouvido, já se organize para colocar as dicas em prática!

Vimos, então, 4 cuidados com a saúde no inverno. Por mais simples que pareçam, são muito efetivas em evitar uma série de condições comuns na época mais fria do ano. Então, já coloque na mente: além de caprichar na escolha do vestuário, invista também nos pequenos cuidados diários para a manutenção da saúde. Assim, você vai manter resfriados e outras infecções bem longe, além de cuidar da própria qualidade de vida e bem-estar.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais e ajude mais pessoas a manterem o cuidado com a saúde!

Posts relacionados

Deixe um comentário