Saiba mais sobre as doenças autoimunes

5 minutos para ler

Até o início do século XX as doenças que mais acometiam os humanos eram as infecciosas, como tuberculose e varíola. Graças aos avanços da medicina elas não são mais tão comuns. Hoje, as principais causas de preocupação são as chamadas doenças crônicas, não-infecciosas. E entre elas estão as doenças autoimunes.

Nessa categoria estão inseridas mais de 80 condições já conhecidas pela ciência. Dada a sua complexidade, é comum existirem dúvidas pertinentes sobre as doenças autoimunes. A seguir esclareceremos as principais, e atualizaremos conhecimentos sobre as principais delas. Vamos lá?

O que são doenças autoimunes?

A autoimunidade ocorre quando as células de defesa do corpo — que compõem o sistema imune — atacam o próprio organismo. O que diferencia uma doença da outra é o tipo de agressão do sistema imune e a região acometida: o diabetes tipo 1, por exemplo, ataca o pâncreas, enquanto o hipotireoidismo ocorre na glândula tireoide.

Como todas as doenças autoimunes têm algo em comum, elas frequentemente estão associadas; portanto, uma pessoa que possui uma dessas condições tem maior risco de desenvolver outras doenças autoimunes. No entanto, ainda não se sabe ao certo a causa específica dessas desordens autoimunes. Elas estão ligadas a anomalias genéticas, a hábitos de vida (como o tabagismo) e a infecções específicas durante a infância ou mesmo em idade posterior.

Existe tratamento?

O tratamento varia conforme o local acometido e a intensidade dos sintomas. Na maioria das doenças autoimunes, o objetivo é suprimir o sistema imunológico para que ele pare de atacar as células do organismo.

O tratamento é importante porque, caso a doença autoimune progrida, ela pode acarretar danos permanentes ao corpo. A artrite reumatoide, por exemplo, se não controlada, pode levar a deformidades irreversíveis nas articulações. Caso a doença seja diagnosticada rapidamente, no entanto, o risco dessas complicações é muito menor.

Atualmente, a única modalidade curativa para algumas doenças autoimunes é o transplante de medula óssea. No entanto, esse é um procedimento muito especializado e incômodo, que apresenta inúmeros efeitos colaterais; por esse motivo, ele é reservado para casos muito graves, geralmente mais raros. Para a maior parte dos pacientes com doenças autoimunes o tratamento farmacológico – ou seja, uso de medicamentos – é a melhor opção.

Quais são as principais doenças autoimunes?

Embora a lista de doenças autoimunes cresça constantemente, algumas delas são mais comuns do que outras. Abordaremos, a seguir, as principais.

Diabetes tipo 1

O diabetes mais comum é o tipo 2, que está relacionado ao consumo excessivo de carboidratos e resistência à insulina. No diabetes tipo 1, o que ocorre é um ataque do organismo às células do pâncreas, que secretam a insulina. Nesses casos, o uso subcutâneo da insulina é a melhor modalidade de tratamento.

Lúpus

O lúpus eritematoso é uma doença autoimune que afeta diversos órgãos, como o cérebro, os rins e o coração. O sintoma mais característico é uma mancha no rosto, semelhante a uma borboleta; no entanto, o diagnóstico pode ser feito independentemente desse sinal. Deve-se suspeitar do lúpus em casos de fadiga, problemas renais e dores nas articulações.

Artrite reumatoide

A artrite reumatoide é outra causa importante de dores nas articulações. Pessoas atingidas por ela com frequência exibem deformidades nos dedos, que podem ser discretas mas que às vezes se intensificam muito, dificultando o uso das mãos; outras articulações também são acometidas. Entre alguns diagnósticos diferenciais da artrite reumatoide estão a osteoartrite (também chamada artrose) e a gota.

Síndrome de Sjögren

A síndrome de Sjögren ocorre devido ao ataque, pelo sistema imune, das células glandulares. As mais afetadas são as glândulas lacrimais e as salivares; por isso, os principais sintomas da síndrome são olhos secos e boca seca. Além disso, ela também pode causar complicações cardíacas, renais e articulares.

Anemia perniciosa

A anemia perniciosa tem esse nome devido a um dos aspectos de sua apresentação, a anemia, mas a doença se deve a uma autoimunidade dirigida à parede interna do estômago, fazendo com que este órgão não produza uma substância necessária ao aproveitamento da Vitamina B12 dos alimentos. Por falta deste nutriente surge anemia, fazendo também parte do quadro um conjunto de alterações no sistema nervoso que podem incluir, em maior ou menor grau, dormências, paralisia, perda de memória, e até demência.

As doenças autoimunes estão aumentando cada vez mais no mundo todo. Embora não se saiba ao certo sua causa, é possível diagnosticar as doenças precocemente e minimizar as chances de complicações. O médico especializado nessa área é o reumatologista.

Se você quer ficar sempre por dentro de atualizações sobre as doenças em geral e outros assuntos de saúde, não perca tempo: assine já nossa newsletter! Estamos sempre falando a respeito no blog.

Posts relacionados

3 thoughts on “Saiba mais sobre as doenças autoimunes

Deixe um comentário