Saiba como é feito o tratamento de câncer de mama!

4 minutos para ler

O câncer de mama é a malignidade mais comum em mulheres (mas pode também acometer homens), excetuando a da pele: estima-se que, até o fim deste ano, mais de 65.000 mulheres terão manifestado essa doença no Brasil. Felizmente, no entanto, a medicina tem avançado muito na detecção dessa doença e no seu tratamento.

Com os novos métodos de rastreamento é possível detectar a doença ainda na fase inicial — o que melhora o tratamento e as chances de cura. Por esse motivo, a mamografia está recomendada a cada 2 anos para todas as mulheres com mais de 50 anos. Embora o autoexame possa ajudar a encontrar nódulos, ele não é mais recomendado para rastreio, face à existência de métodos mais sensíveis para isso.

A seguir serão abordadas as principais informações sobre o câncer de mama. Ao fim você saberá como ele pode ser diagnosticado e quais as formas de tratamento disponíveis. Continue lendo para saber mais!

Quais os sintomas do câncer de mama?

O câncer ocorre quando as células do corpo perdem o controle sobre a proliferação. Com isso, elas se multiplicam indefinidamente e formam nódulos, que podem crescer e invadir outras estruturas. O fenômeno mais temido do câncer é a metástase, que ocorre quando alguma célula migra para outra parte do corpo, aí formando uma nova colônia.

O câncer de mama pode ser completamente assintomático, mas sua principal manifestação é o nódulo mamário. Outros sinais que podem indicá-lo são alterações na pele da mama, caroços nas axilas ou secreção alterada fluindo pelo mamilo. Sintomas sistêmicos como febre ou fadiga podem ocorrer, mas são menos comuns.

Embora o rastreamento seja feito com a mamografia, uma biópsia é necessária para o diagnóstico definitivo. Com ela se examinam as células em um microscópio, podendo-se então dizer, com certeza, se é um câncer.

Como é o tratamento do câncer de mama?

Antigamente, o principal tratamento para o câncer de mama era uma cirurgia agressiva, que retirava grande parte das estruturas do órgão. Além de ter alto impacto estético, a operação podia deixar passar possíveis metástases — e, por isso, a doença tinha risco de voltar.

Atualmente há várias modalidades de tratamento do câncer de mama. A terapia de primeira linha, potencialmente curativa, ainda é a cirurgia; no entanto, hoje ela é muito menos invasiva, possibilitando uma melhor reconstrução da mama.

Nos casos em que a cirurgia não é suficiente ou indicada, outros tratamentos podem ser utilizados. Entre eles destaca-se a hormonoterapia, que utiliza moduladores de hormônios para reduzir o estímulo ao crescimento do câncer.

Outras modalidades de tratamento são a quimioterapia e a radioterapia. Com as técnicas modernas de classificação histológica do câncer de mama é possível direcionar a quimioterapia para se obter melhores resultados. Novos medicamentos surgem frequentemente para melhorar a eficácia e a tolerância do tratamento para o câncer de mama.

O tratamento do câncer de mama vem evoluindo cada vez mais. Além da cirurgia, há hoje a hormonoterapia, a radioterapia e a quimioterapia. Para melhorar ainda mais as chances de sucesso do tratamento, é fundamental aderir aos exames preventivos e detectar a doença ainda em estágios iniciais.

Se você quer ficar por dentro de assuntos como este, relacionados à saúde, não perca tempo: assine já nossa newsletter! Estamos sempre falando a respeito, aqui no blog.

Posts relacionados

3 thoughts on “Saiba como é feito o tratamento de câncer de mama!

  1. Excelente exposição sobre Cá de mama e tratamentos atuais.Importante foi esclarecer que embora mais frequente nas mulheres pode acometer homens.

Deixe um comentário