3 sintomas da intolerância à lactose que você precisa conhecer!

5 minutos para ler

Os sintomas da intolerância à lactose relacionam-se à incapacidade parcial ou total do organismo de produzir a lactase, uma enzima responsável por quebrar (ou seja, digerir) a lactose, que é um açúcar encontrado no leite e em seus derivados. Essa condição provoca o acúmulo desse composto no intestino, que, posteriormente, é fermentado pela ação das bactérias, provocando um mal-estar.

Muitas vezes, essa disfunção é confundida com a alergia ao leite. Porém, neste caso, o que ocorre é uma reação do organismo à proteína do leite. Os sinais também podem ser interpretados apenas como uma má digestão comum, fazendo com que a pessoa demore a buscar ajuda médica, atrasando o diagnóstico e comprometendo a saúde e o bem-estar.

Neste artigo, vamos explicar as possíveis causas desse problema, os fatores de risco, alguns dos principais sintomas e como se prevenir para evitar os incômodos. Continue a leitura para saber mais!

As possíveis causas da intolerância à lactose

Esse distúrbio é causado por uma deficiência da enzima lactase, produzida pelas células que revestem o intestino delgado. Quando metabolizada de maneira correta, ela transforma a lactose em glicose e galactose, que são absorvidas e chegam à corrente sanguínea. Mas quando esse açúcar não consegue ser digerido devido à diminuição ou à ausência da lactase, ocorre a intolerância.

Esse problema pode surgir de diferentes maneiras. A mais comum ocorre pela diminuição natural da concentração de lactase com o avançar da idade. Em algumas pessoas, a queda é acentuada e, nesses casos, o organismo não consegue digerir o leite e os seus derivados, provocando dores e gases. Esse distúrbio também pode ter origem genética ou ocorrer devido à ação de micro-organismos ou de alguma inflamação que afeta as células intestinais responsáveis por gerar a lactase.

Os principais fatores de risco

Os fatores de risco relacionados à intolerância à lactose envolvem algumas doenças e etnias, conforme comentaremos a seguir:

  • cirurgia bariátrica;
  • diabetes;
  • doenças intestinais;
  • etnia — maior ocorrência em árabes, africanos, chineses, gregos, canadenses e coreanos;
  • infecção por rotavírus;
  • predisposição genética.

Os principais sintomas da intolerância à lactose

A intolerância à lactose pode ser reconhecida por sintomas que surgem após a ingestão de leite. Esses sinais podem não se manifestar quando a pessoa ingere apenas os derivados, como ricota, queijo ou iogurte. Isso porque a lactose se apresenta em menor quantidade nesses alimentos. Contudo, as pessoas mais sensíveis a ela podem ser intolerantes até mesmo a esses derivados. Veja, a seguir, três principais sintomas da intolerância à lactose.

1. Excesso de gases e dor no abdômen

O processo de fermentação da lactose provoca a produção de gases, que desencadeiam uma grande movimentação no intestino e geram cólicas intestinais, que podem ser leves, médias ou intensas.

2. Diarreia

A presença do açúcar do leite no intestino atrai a água, o que faz as fezes ficarem amolecidas, provocando a diarreia. Isso ocorre devido à deficiência na enzima para digerir o açúcar, que chega intacto ao órgão, onde as bactérias da flora intestinal fermentam a lactose e a transformam em ácido lático.

O ácido agride as paredes internas do intestino, que reage provocando a diarreia para eliminar rapidamente as substâncias que estão fazendo mal ao organismo. Esses sintomas são desencadeados cerca de meia hora a duas horas após a ingestão de alimentos ou de bebidas com lactose.

3. Dor de cabeça e fadiga

Quando o intestino não consegue processar adequadamente um alimento, exige mais energia do organismo, gerando cansaço e dor de cabeça.

A prevenção da intolerância à lactose

Não há como impedir a queda na produção da lactase. No entanto, é importante observar que o bom funcionamento do aparelho digestivo impacta diretamente na digestão da lactose. Nesse sentido, é aconselhável fazer uma reeducação alimentar e adotar uma alimentação rica em frutas, verduras e cereais integrais, pois são alimentos que facilitam o trânsito intestinal.

Como vimos, os sintomas da intolerância à lactose são bastante incômodos e podem gerar desde dores de cabeça até excesso de gases no trato digestivo. Esses sinais podem reduzir bastante a qualidade de vida, sendo importante procurar ajuda médica para uma avaliação e para a realização de exames que podem detectar doenças intestinais, evitando a automedicação. A intolerância à lactose pode ser detectada por um teste em que a pessoa ingere esse açúcar após coletar uma amostra de sangue, e novas amostras são coletadas depois para buscar indícios de que ela não tenha sido absorvida pelo intestino.

E você? Já sentiu alguns dos sintomas da intolerância à lactose? Deixe o seu comentário!

Posts relacionados

Deixe um comentário